O Linha se veste de preto: Fabiana, bicampeã olímpica, é vítima de racismo em Belo Horizonte

Mayara Rufino | @capitolinda

DSC07807

Hoje o Linha se veste de preto. Na noite de ontem (27), a equipe feminina do Sesi-SP jogou contra o Minas fora de casa. O Camponesa/ Minas brilhou e venceu as visitantes por 3 sets a 1 (25/23, 15/25, 25/19 e 25/18) diante do ginásio lotado. O Sesi poderia estar fora de casa, mas a bicampeã olímpica Fabiana, central da equipe paulista, não. Fabiana é mineira e sua família estava presente no Minas Tênis Clube

A vantagem da equipe minatenista e a presença da família de Fabiana não inibiu um torcedor de insultar a atleta da equipe paulista. Segundo a central, ela foi alvo de uma “metralhadora de insultos”: como “macaca quer banana” e “macaca joga banana”.

Eu, como representante do movimento negro no blog Linha das 5, não poderia deixar de escrever sobre. Não para mostrar indignação – que é uma coisa óbvia -, mas para o que precisamos: fomentar a discussão. Sim, o rapaz (ou senhor, não sei) foi retirado do ginásio e levado à delegacia e responderá pelos seus atos (racismo é crime e crime inafiançável). Sim, o Minas Tênis Clube teve a postura correta. Atletas estão postando nas redes sociais notas repudiando a atitude do rapaz e escrevendo que não existe raça branca, nem negra, nem amarela… Bem, elas existem. Eu, sou negra. Fabiana é negra. Nossos antepassados foram açoitados, castigados, escravizados e isso reflete até hoje na sociedade. Não é renegando o passado que conseguiremos abolir o racismo. O termo “raça” é a identidade do negro no Brasil. O movimento negro é resistência, antes de qualquer coisa.

É lamentável ler esses episódios nas redes sociais, nos portais de notícias. Ainda mais quando envolve um esporte, que tem como intuito promover o entretenimento, a alegria. A atleta foi até Minas – Fabiana começou a carreira no MTC – a trabalho. Fabiana é bicampeã olímpica. Fabiana defende a camisa da nossa seleção à dez anos! Fabiana é nossa capitã. Acho que ao menos um pouquinho de respeito ela mostrou que merece de nós – no voleibol. Como cidadã, independente de suas conquistas, ela merece todo o respeito do mundo.

Confira o texto publicado por Fabiana, na íntegra: 

Vivenciar isso é difícil e duro! Vivenciar isso na minha terra, torna tudo pior! Ontem durante o jogo contra o Minas, um senhor disparava uma metralhadora de insultos racistas em minha direção. Era macaca quer banana, macaca joga banana, entre outras ofensas. Esse tipo de ignorância me atingiu especialmente, porque meus familiares estavam assistindo a partida. Ele foi prontamente retirado do ginásio pela direção do Minas Tênis Clube e encaminhado à delegacia. Agradeço a atitude do Minas, em não ser conivente com esse absurdo. Clube este, onde comecei a minha história e onde até hoje tenho pessoas queridas. Refleti muito sobre divulgar ou não, mas penso que falar sobre o racismo ajuda a colocar em discussão o mundo em que vivemos e queremos para nossos filhos. Eu não preciso ser respeitada por ser bicampeã olímpica ou por títulos que conquistei, isso é besteira! Eu exijo respeito por ser Fabiana Marcelino Claudino, cidadã, um ser humano. A realidade me mostra que não fui a primeira e nem serei a última a sofrer atos racistas, mas jamais poderia me omitir. Não cabe mais tolerarmos preconceitos em pleno século XXI. A esse senhor, lamento profundamente que ache que as chicotadas que nossos antepassados levaram há séculos, não serviriam hoje para que nunca mais um negro se subjugue à mão pesada de qualquer outra cor de pele. Basta de ódio! Chega de intolerância!

Parabéns, por trazer isso à público, Fabiana! Estamos com você.

Captura de tela 2015-08-15 00.48.02

Publicado por Mayara Rufino

tt

pinte

insta

fb

 

Nasci Mayara, mas pode me chamar de Capitolinda. Sou formada em Jornalismo, faço pós em Literaturas Portuguesa e Africanas, e apesar de ser sedentária e das letras, sou apaixonada por vôlei.

Anúncios

2 comentários sobre “O Linha se veste de preto: Fabiana, bicampeã olímpica, é vítima de racismo em Belo Horizonte

  1. Pingback: Linha das 5

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s