Troca-troca de seleções: as tentativas de naturalização no vôlei

Mariana Miquelino . @marianagermana

A identidade nacional virou pauta do vôlei brasileiro nos últimos tempos. Se, por um lado, a campeã olímpica Mari cogitava a ida para a seleção alemã, por outro, representantes da CBV cobiçavam naturalizar o cubano Leal.

A mistura de sangue brasileiro e sangue alemão está estampada em nos passaportes de Mari. Foto: David Abramvezt
A mistura de sangue brasileiro e sangue alemão está estampada nos passaportes de Mari. Foto: David Abramvezt


Marianne Steinbrecher, 30, mais conhecida pela torcida brasileira como Mari, nasceu em São Paulo, mas, devido à descendência germânica, é possuidora de dupla cidadania. Afastada da seleção verde e amarela desde 2012, Mari afirma que vem sendo sondada constantemente pelos dirigentes da equipe nacional alemã acerca da possibilidade da troca de bandeiras. Com todas as condições legais para a mudança, a ponteira, em entrevista ao site da Globo, diz que fica insegura com a precariedade estrutural do país em relação ao vôlei:

“O técnico da Alemanha, Giovvani Guidetti, é bem amigo meu. Ele falou que ele queria muito me convocar. Mas não deu certo por alguns detalhes burocráticos. Há mais de dois anos a Alemanha está tentando me levar para jogar. Mas lá tem uma dificuldade muito grande de verba e de estrutura no vôlei alemão. Falta estrutura lá. Eles jogam praticamente por amor à pátria. E o meu amor à pátria não é alemão. Da minha parte ainda não tem essa vontade de jogar pela Alemanha, mas se um dia isso despertar em mim, eu vou sem problemas. Pelo período, eu já poderia jogar até o Mundial e o Europeu, mas teria que ficar muito tempo lá na Alemanha. Eu teria que ficar muito no centro de treinamento. Teria que ser criada uma estrutura toda para eu viver e treinar, e isso ficaria muito caro para eles: carro, estrutura e uma grana por mês. Na Alemanha, o vôlei é o oitavo ou décimo esporte. O investimento ainda é pequeno por lá.”

Quando questionada se ainda tem esperanças em relação à seleção brasileira, Mari diz que esse não é o seu foco no momento e que estaria priorizando a sua atuação no Molico Nestlé e os cuidados físicos, principalmente por conta do histórico de lesões:

“Estou numa boa comigo mesmo (sic). Estou podendo me cuidar, algo que não tive nesses anos todos de seleção. Se tiver uma convocação, eu vou pensar com amor e carinho. Mas hoje estou focada muito mais no meu clube.”

A sua despedida – ainda que temporária – da seleção brasileira foi bastante controversa: cortada por Zé Roberto Guimarães da equipe às vésperas das Olimpíadas 2012 sob a justificativa de que sua postura não condizia com a do grupo, Mari criticou o treinador abertamente na mídia. Desde então, os dois ainda não dividiram espaço em um mesmo time.

Com excelente atuação pelo Sada Cruzeiro, Leal é cobiçado pela CBV para a seleção brasileira. Foto: Blog O Tempo
Com excelente atuação pelo Sada Cruzeiro, Leal é cobiçado pela CBV para a seleção brasileira. Foto: Blog O Tempo

Enquanto Mari pensa em sair do país, os dirigentes da CBV demonstraram interesse em importar um jogador para a nossa seleção. Com o início ruim da equipe brasileira na Liga Mundial, correram boatos sobre a tentativa de naturalizar o cubano Yonady Leal, 24, atual ponteiro do Sada Cruzeiro, para que ele pudesse defender a amarelinha também. O pedido teria sido feito por Bernardinho. Afastado da seleção de seu país desde 2010, a temporada 2014/15 será a terceira de Leal aqui no Brasil. A FIVB – Federação Internacional de Vôlei – teria sido consultada acerca do impasse e, por motivos ainda não esclarecidos, teria negado o pedido. A tentativa de naturalização teria sido motivada pela carência atual de um ponteiro passador com atuação mais regular.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s