Em dia de Santo Antônio, conheça os 5 solteirões do vôlei que você ainda pode agarrar

Por Mayara Rufino | @capitolinda
Nathalia Farias | @nath_fv

Ontem foi dia dos namorados e dia de muitos atletas declararem seu amor nas redes sociais. Mas hoje é dia 13, dia de Santo Antônio, dia dos solteiros. Recentemente, Bruno Rezende assumiu relacionamento e não faz mais parte do seleto grupo dos solteirões convictos do vôlei. Mas, sim, o time dos “do contra” resiste e o Linha das 5 fez uma lista para homenagear os últimos solteiros do Vôlei. E aí, alguém levaria um deles pra casa?

Ricardo Lucarelli

Lucarelli é novo, mas tem uma coleção de prêmios, inclusive individuais. Foto: FIVB

Esse é para casar! Com 22 aninhos, Luca é o xodó da família e da seleção. Tem pouca idade, mas muita responsabilidade: recebeu o bastão de Giba após sua aposentadoria. Mas quem vê esse rostinho de bebê e pensa que ele é novato, se engana. Lucarelli é rato de Saquarema. Defendeu as seleções brasileiras de base e em 2010, pela juvenil, conquistou a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano e, em 2011, terminou o Campeonato Mundial na quinta colocação. Pela seleção principal, que faz parte desde 2012, já foi prata na Liga Mundial e ouro no Sul Americano, e na Copa Pan-Americana. Luca também fez parte da conquista do Campeonato Mundial pela seleção Sub-23. A casa da Dona Rosa e do Seu Sergio deve estar cheia com os troféus individuais do moço, que foi eleito recentemente o MPV do Mundial Sub-23.

Samuel Fuchs

Samuel é prata da casa do time mineiro e parece que vai voltar a defender a camisa azul e branca na próxima temporada. Foto: Orlando Bento/MTC

HE IS BACK! Sim, meninas, ele está de volta! Samuca completou 30 verões esse ano e ao que tudo indica, volta com tudo para a temporada 2014/15 do Minas. Samuel passou a temporada passada parado por conta de seu ombro, que não estava 100%. O ponta/ oposto já passou pela seleção de Bernardinho e na época era considerado por Giba como seu sucessor. Problemas pessoais afastaram o atleta curitibano/mineiro da equipe. Mas para quem estava com saudades, os 2 metros de altura de Samuel estão de volta para jogar na equipe minastenista.

Najari Fernandes

Najari, além de fazer parte da seleção militar, defenderá o time de Maringá na próxima temporada da Superliga. Foto: Divulgação

Najari é paulista e tem 25 anos. Já passou por vários clubes de São Paulo e em 2011 e 2012 na Bulgária e em Portugal. Oposto de confiança de Ricardinho, ele defenderá de novo, na próxima temporada, o time de Maringá. Najari está concentrado na Urca junto com seleção militar e coleciona títulos na Copa Mercosul, nos Jogos Abertos e no Campeonato Paulista juvenil e infanto.  

Rodrigo Quiroga

O hermano se mantém por mais uma temporada no Brasil. Foto: Helena Rabello

Quiroga tem 27 anos e é natural de San Juan, Argentina. Além completar a seleção hermana, o ponteiro faz parte da equipe de Maringá, assim como Najari. De prêmio individual, o conterrâneo de Maradona carrega o troféu de melhor atacante do Sul-Americano de 2013. Rodri, como é conhecido em seu país,  é argentino, mas a gente gosta dele. Na verdade, a gente o ama porque ele é argentino! Inclusive, todos da seleção argentina deveriam ser solteiros…

Riad Ribeiro

Riad agora faz parte da equipe da Vila Leopoldina. Foto: Jornal O Dia

Sim, meninas! Vocês tanto pediram que ele está solteiro! Riad é moreno, alto, simpático e central! Desde a primeira temporada no – então RJX – RJ Vôlei, Riad conquistou fãs no Rio de Janeiro. O meio de rede foi autentico ao expressar sua indignação com a falta de respeito dos patrocinadores com o vôlei e demonstrou como ninguém a garra pelo seu time nos piores momentos, ficando na equipe até sem receber seus ordenados! Foi o líder e companheiro que todos precisavam naquele momento. Com a crise do time carioca, o rapaz de Brás de Pina (RJ) fechou contrato com o Sesi-SP para disputar a temporada 2014/15 da Superliga. Meninas de Sampa: alguém se candidata a conquistar o coração do moço?

Captura de tela 2015-08-15 00.48.02

Publicado por Mayara Rufino

tt

pinte

insta

fb

 

Nasci Mayara, mas pode me chamar de Capitolinda. Sou formada em Jornalismo, faço pós em Literaturas Portuguesa e Africanas, e apesar de ser sedentária e das letras, sou apaixonada por vôlei.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s